Para aqueles que amam a Cristo, vitória verdadeira tem a ver com a eternidade de Deus. As temporariedades da vida, conquistas de coisas materiais e títulos, não podem ser comparados com os valores eternos do Reino de Deus. Por isso, Paulo escreve neste capítulo 8, na carta aos Romanos, primeiramente sobre o amor de Deus. Um amor que se sacrificou por nós em Cristo.

Paulo não oferece vitórias temporárias, mas destaca a vitória do amor sacrificial de Jesus por nós. Esse amor divino tem o poder de transformar nossas vidas a ponto de não desperdiçarmos nossas vidas com coisas fúteis ou pecaminosas, mas investirmos pesado no eterno amor de Deus e isso mesmo que nos custasse sacrifícios.