No ano 155 d. C. Policarpo foi ameaçado de ser queimado vivo por causa da sua fé, quando recebeu uma última chance de negar a Cristo em troca de sua vida, Ele respondeu: “Tu me ameaças com fogo que queima por uma hora e depois de um pouco se apaga, mas és ignorante a respeito do fogo do juízo vindouro e do castigo eterno, reservado para os maus.” Ele não negou a Cristo e consequentemente foi queimado vivo. 

Quando o fogo se apagou a tristeza e o gemido fugiram dele para sempre. Ele já está no lugar onde não nunca mais haverá tristeza nem dor. Um lugar que Deus quer que você também experimente um dia:

E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram. Apocalipse 21.4.